Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

demagogia de bolso

Convencido . Corrompido . Corrosivo .

demagogia de bolso

Convencido . Corrompido . Corrosivo .

Wareztuga e o seu fim honrado de bolsos cheios

O descalabro!

O terror!

A tragédia! 

 

O Wareztuga chegou ao fim.

 

Logo agora que me faltavam ver uns episódios acabadinhos de sair (Mr. Robot, Dark Matter, Wayward Pines), entro no site e deparo-me com uma "lápide" online. Para não estar a citar o texto o todo, basicamente resume-se nisto:

 

- "Aqui jaz o Wareztuga. Durante 4 anos fomos os "badass" que desafiaram as autoridades e as entidades reguladoras. Fomos aqueles que fizemos dos direitos de autor e dos direitos de propriedade intelectual brincadeiras de criança. Que perdurem as boas memórias do nosso serviço e das horas a fio de conteúdos que vos proporcionamos. Obrigado e até sempre."

 

Sim, é estranho ser uma lápide e terminar com obrigado e até sempre, mas lá está, este pessoal devem ser daqueles fanáticos religiosos que encaram a "morte" como uma celebração. Só que lá está, como eles próprios dizem no seu comunicado, tantas vezes resistiram a pressões exteriores (institucionais e governamentais até), e agora sem aviso prévio, desligam a ficha, e deixam milhares de pessoas de calças na mão. Literalmente, porque devia haver muitos que aproveitavam para ver as séries enquanto passavam aquela horinha na casa de banho. Assim sendo, e fazendo jus ao ser português, não faltaram logo teorias da conspiração. O que pelos vistos de teoria não tinha nada, porque os indícios são tantos que quase que se inverte o ónus da prova, e em vez de termos de provar que o fecho repentino do Wareztuga deu-se pela iminente chegada da Netflix ao mercado nacional, será a equipa da Wareztuga a ter de desmistificar esta construção e clarificar o porquê desta "morte não anunciada". 

 

Eu cá sou sincero, embarco nessa teoria de que o Wareztuga só acabou porque a equipa foi "silenciada" e "convencida a afastar-se" com umas "indemnizações", "prémios", "donativos" ou "gorjetas" (qualquer destas afirmações serve perfeitamente), ou até "suborno", se quisermos ir pela via agressiva. 

 

"Durante estes quatro anos fomos fieis à nossa identidade".

 

Pois foram, mas agora vão-se embora com o pote de ouro, e eu que me lixe que quero ver o segundo episódio do Mr. Robot e já não consigo. 

 

Bandidos!

 

Mas obrigado por tudo.

A equipa (que sou só eu) demagogiadebolso.blogs.sapo.pt